quinta-feira, 11 de Março de 2010

A Casa do Futuro

No futuro, as casas primarão pela qualidade dos materiais e processos construtivos utilizados, exibirão enorme flexibilidade infra-estrutural, capaz de acomodar constantes redefinições da sua tipologia, serão muito mais confortáveis do que as actuais e terão um excelente comportamento ambiental. Durante toda a sua vida, desde o momento da construção até ao da demolição, não criarão resíduos nocivos ou embaraçantes; quase tudo, dos materiais construtivos ao recheio habitacional, será reciclável ou reutilizável; a arquitectura enquadrá-las-á na paisagem circundante; serão parcimoniosas na utilização da água e dos outros recursos naturais; energeticamente, serão eficientes, e tendencialmente auto-suficientes.

Em suma, as casas do futuro não serão como as do presente. Mas o amanhã será o que será porque hoje é o que é. O futuro não se adivinha nem se prevê, constrói-se com as opções e as acções do presente. É ai que residem as maiores virtudes e as maiores vantagens das casas que prototipam futuros. Permitem ensaios realistas de cenários que adoptaremos se se revelarem potenciadores de melhores vivências, que recusaremos se se revelarem opressivos ou incómodo

Sem comentários:

Enviar um comentário

 
Copyright 2009 Casa do Futuro. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates. WP by Masterplan